quinta-feira, 30 de junho de 2011

Julho espírita

Acessos ao Portal Luz Espírita: Junho, 2011

Confira agora o que foi mais acessado no Portal Luz Espírita durante o mês de junho, 2011:

Contato Luz Espírita

LIVROS MAIS BAIXADOS:

1 - SEXO E DESTINO
    (Manoel Philomeno de Miranda) Divaldo Franco
2 - PALESTRA ESPÍRITA, COMO FAZER
     Louis Neilmoris
3 - TÉCNICA DE MEDIUNIDADE
     Carlos Torres Pastorino
4 - A MÚSICA SEGUNDO O ESPIRITISMO
     Ery Lopes
5 - SABEDORIA DE PRETO VELHO
    (Pai João de Aruanda) Robson Pinheiro
6 - SEXUALIDADE SOB UMA VISÃO ESPÍRITA
     Louis Neilmoris
7 - O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
    Allan Kardec
8 - NO INVISÍVEL
    Léon Denis
9 - À LUZ DA POESIA
    José Luiz da Luz
10 - PARÁBOLAS E ENSINOS DE JESUS
    CEJA

Livros disponíveis em PDF na nossa Sala de Leitura.

Painel da Música Espírita

MÚSICAS MAIS ACESSADAS:

1 - PASSE MUSICAL
     Ery Lopes & João Lúcius
2 - ALMA GÊMEA
     Chaves de Luz
3 - LUZ ESPÍRITA
     Elizabete Lacerda
4 - ALÉM DO ARCO-ÍRIS
     Sementes de Luz
5 - MÉDIUNS
     Tim e Vanessa
6 - A PRECE
     Grupo Vocal Ernani Macedo
7 - ORAÇÃO DE SÃO FRANCISCO
     Vinha de Luz
8 - A CAMINHO DE DAMASCO
     Ery Lopes
9 - AS BEM-AVENTURANÇAS
     Coral Cântico da Paz
10 - A VIDA CONTINUA
     João Lucius

Músicas disponíveis em MP3 no Painel da Música Espírita.

LUZ ESPÍRITA - Espiritismo em Movimento

No nosso Blog, total de acesso:


Visualizações de página do mês passado
6.954
Histórico de todas as visualizações de página
57.960


As postagens mais acessadas:


01/06/2011, 1 comentário
649 Visualizações de página
06/05/2011, 2 comentários
283 Visualizações de página
22/06/2011
183 Visualizações de página
23/06/2011, 2 comentários
158 Visualizações de página
18/02/2010, 1 comentário
145 Visualizações de página

Programe-se: Eventos Espíritas para o começo de Julho











JULHO - 2011
---------------------------------
2, sábado
Seminário "Cordões Energéticos e sua influência em nossa vida", com Wanderley Oliveira, tendo como livro de apoio "QUEM PERDOA LIBERTA", ditado porJosé Mario e psicografado por Wanderley Oliveira. Inscrição R$ 60,00 por email nilmahelena@gmail.com.
Das 15h às 19h.
SEED - Sociedade Espírita Ermance DufauxR. Oscar Trompowski, 810
CEP 30430-060 - Belo Horizonte, MG
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "Como lidar com a mediunidade".
Às 20h.
Centro Espírita Discípulos do EvangelhoR. Francisco Foot, 1
CEP 07051-090 - Guarulhos, SP
Ver mapa

Na abertura da 58ª Semana Espírita de Taubaté, Evangelho Musical com Vansan.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

3, domingo
Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, seminário com Ismael Batista, apresentando o tema "Desmistificando as influências espirituais".
Das 9h00 às 12h.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

Seminário "Devassando a mediunidade" com o palestrante espíriita Pedro Camilo.
Das 9h. às 12h.
Fraternidade Assistencial Seara de LuzR. Benedito Conrado, 65
CEP 09895-110 - São Bernardo do Campo, SP
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "Como lidar com a mediunidade".
Às 19h.
Grupo Fraternal João RamalhoR. Carlos Mieli, 154
CEP 09720-350 - São Bernardo do Campo, SP
Ver mapa
 ---------------------------------
4, segunda
Evangelho musical com o Grupo Sementes de Luz.
Às 20h.
Núcleo Espírita A Caminho da Luz
R. Manoel Rodrigues Santiago, 19
Jd. Camargo Velho - Itaim Paulista
CEP 08142-235 - São Paulo, SP
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "O Livro dos Médiuns: 150 anos esclarecendo e consolando".
Às 19h e às 20h30
Centro Espírita A Caminho da LuzAv. Sapopemba, 648 - Água Rasa
CEP 03345-000 - São Paulo, SP
Ver mapa

Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, palestra pública com João Luiz do N. Ramos.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

 ---------------------------------
5, terça
Evangelho especial: palestra com o Plínio Penteado Jr. apresentando o tema "Não viver só de aparências". Harmonização musical com Margarete Áquila..
Às 20h.
Associação Espírita Raio de Luz
R. Maria Antonieta, 97 - Vila Matilde
CEP 03517-040 - São Paulo, SP
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "Do animismo à mediunidade".
Às 20h.
Núcleo Espírita Obreiros da Vida EternaAv. Rui Barbosa, 2361
CEP 06311-000 - Carapicuíba, SP
Ver mapa

Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, palestra pública com Manolo Quesada.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

--------------------------------- 
6, quarta
Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, palestra pública com Rosangela Pires.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "Mediunidade".
Às 20h.
Centro Espírita Maria AméliaAv. Humberto Alencar Castelo Branco, 2295
CEP 09850-300 - São Bernardo do Campo, SP
Ver mapa

---------------------------------
7, quinta
Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, palestra pública com Pedro Camilo.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "Como lidar com a Mediunidade".
Às 19h30
Centro Espírita União e CaridadeR. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

---------------------------------
8, sexta
Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, palestra pública com Avildo Fioravanti.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

Palestra com Pedro Camilo, sob o tema "O Livro dos Médiuns: 150 anos esclarecendo e consolando".
Às 20h.
Grupo Espírito Dr. Eduardo MonteiroR. Vera Cruz, 386 - Jd. Hollywood
CEP 09608-100 - São Bernardo do Campo, SP
Ver mapa

---------------------------------
9, sábado
"Encontro com Chico Xavier" - homenagem especial ao querido médium espírita, com a participação musical de Mônica Albuquerque Ery Lopes & João Lucius, e dos oradores Claudio Palermo (Rádio Boa Nova),Plínio Penteado Jr. (MEI), Ronaldo Aparecido (Poá) ePaulo Grandi (SP)..
Das 15h às 19h.
Colégio Prof. Luiz Martinez
R. Porto da Folha, 167
Metrô Patriarca
CEP 03552-020 - São Paulo, SP
Ver mapa

Seminário com Pedro Camilo, sob o tema "Mediunidade: teoria e prática".
Das 14h. às 17h.
Sociedade Espírito Mãos UnidasR. Casa Forte, 609 - Tucuruvi
CEP 02336-001 - São Paulo, SP
Ver mapa

Palestra pública com Pedro Camilo, sob o tema "Como lidar com a Mediunidade".
Às 20h
Centro Espírita Jesus é o CaminhoR. Arminda de Lima, 403 - Centro
CEP 07095-010 - Guarulhos, SP
Ver mapa

Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, palestra pública com Agnaldo Paviani.
Às 19h30.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

Para Chico Xavier
3ª Encontro Paulista de Monitores do ESDE, promovido pela USE - União das Sociedades Espíritas -, sob o tema "A Pedagogia de Jesus", com Maria Túlia Bertoni(de Campo Grande, MS).
Inscrições e programação compelta aqui.
Às 19h30.
Educandário Bezerra de MenezesR. Otilia Wey Pereira, 82
CEP 18085-842 - Sorocaba, SP
Ver mapa

"X FEMEU" - Festival de Música Espírita de Uberaba.
Inscrições entre 30 de maio a 24 de junho de 2011.
Informações http://femeu.blogspot.com
Às 19h30.
Cine Teatro Vera Cruz 
R. São Benedito, 290
CEP 38022-100 - Uberaba, MG
Ver mapa

Atendimento espiritual com o médium de cura Expedito(de Registro, SP).
Das 7h. às 12h.
Fraternidade Espírita Cristã Joanna de ÂngelisR. Cavadas, 1616 - Itapegica
CEP 07044-000 - Guarulhos, SP
Ver mapa

---------------------------------
10, domingo
Evangelho Musical com o Grupo Vocal Reencontro.
Às 18h.
Fraternidade Espírita Degraus de Luz 
R. Reriutaba, 15
Itaquera
CEP 08210-470 - São Paulo, SP
Ver mapa

Dentro da 58ª Semana Espírita de Taubaté, seminário com Agnaldo Paviani.
Das 9h. às 12h.
USE - Intermunicipal de Taubaté
R. Dr. Souza Alves, 142 - Centro
CEP 12020-030 - Taubaté, SP
Ver mapa

palestra pública com o Plínio Penteado Jr.apresentando o tema "Equilíbrio, obediência e resignação". Harmonização musical com Ery Lopes & João Lúcius.
Às 10h.
Associação Espírita Kardecista Casa do Caminho
Estrada Municipal Piratuba, km 3
Ibiúna, SP
Ver mapa

Palestra com Pedro Camilo, sob o tema "O Livro dos Médiuns: 150 anos esclarecendo e consolando".
Às 20h.
Associação Beneficente Bênção da PazR. Lutécia, 679 - Carrão
CEP 03423-000 - São Paulo, SP
Ver mapa

Evangelho especial pelo aniversário da Casa, com a participação musical do grupo Chaves da LuzÀs 18h.
Grupo Espírita Unificação Cristã
R. Eduardo Augusto Mesquita, 33 - Pq. Santa Tereza
CEP 06340-380 - Carapicuíba, SP
Ver mapa

quarta-feira, 29 de junho de 2011

Novo formato para nossos Encontros Online

Encontro online

Esta terça-feira, 28 de junho, nosso Encontro Online recebeu a palestrante  Dra. Anete Guimarães e uma verdadeira invasão de participantes, além de tantos outros que não conseguiram entrar. Aliás, em decorrência disso, observamos a necessidade de readaptar o formato tecnológico usado atualmente, via Skype, para outro que possibilite uma melhor conferência - se bem, devamos considerar que a falha não pode ser totalmente atribuída ao programa Skype, e sim principalmente pelo atraso técnico do modelo brasileiro de Internet, cuja intitulada "banda larga" ainda é muito "estreita" em relação a outros países.
Pensando nisso, recebemos sugestões concordes do sistema adotado pelo software PalTalk, que, entre outras vantagens, possibilita um melhor fluxo de comunicação ao permitir o controle de apenas um microfone aberto por vez e de não necessitar que o usuário precise instalar nada em sua máquina, bastando unicamente acessar a sala LuzEspirita diretamente da nossa página. Só é preciso criar uma conta (gratuita) para entrar na reunião. Para isso, bastar preencher um pequeno formulário (uma única vez), informando o nome para sua identificação, senha de acesso e um email pessoal.
Veja como será fácil:

Pretendemos fazer os testes já no Encontro Online desta terça próxima, 5 de julho.
Esperamos assim acolher melhor a todos que desejam participar dos nossos estudos espíritas.


terça-feira, 28 de junho de 2011

Videopalestra "Transição e Apocalipse" com Nazareno Feitosa

Em meio a uma fartura de mídias (livros, documentários, palestras, etc.) em torno da tão falada transição planetária, o palestrante Nazareno Feitosa dá sua contribuição a respeito do tema, expondo sua interpretação em um seminário proferido em 18 de junho deste 2011, na sede da Federação Espírita Paraibana, em João Pessoa, Paraíba, distribuído em quatro partes, às quais, publicamos aqui, convidando a todos para uma reflexão bem apurada, afinal, a Doutrina Espírita nos cobra racionalidade.
É mais uma ótica para nos subsidiar uma melhor exploração sobre os acontecimentos profetizados sobre "o final dos tempos".
Acompanhe:

Parte 1: "2012 e profecias sobre o final dos tempos"

Parte 2: "Tragédias coletivas e a transição" 

Parte 3: "Apocalipse na visão Espírita" 

Parte 4: "A responsabilidade dos trabalhadores da última hora" 


segunda-feira, 27 de junho de 2011

ENCONTRO ONLINE ESPECIAL COM DRA. ANETE GUIMARÃES

Nesta terça, 28 de junho, a partir das 21h. a Equipe Luz espírita te aguarda para nosso Encontro Online especial com a Dra. Anete Guimarães.


Saiba mais sobre como participar: acesse a página do Encontro Online.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

"SALA REPLETA... CASA DESERTA", POR JOANA ABRANCHES

"Sala Repleta...Casa Deserta"
Por Joana Abranches

Gilberto Gil tem uma canção que diz: “Tanta gente!... E estava tudo vazio. Tanta gente!... E o meu cantar tão sozinho.”
O que teria isso a ver com o cotidiano dos grupos espíritas na atualidade?... Muita coisa!...
Em Casas equivocadamente agigantadas, equipes trabalham por turno e mal se conhecem, pessoas viram números e o velho e essencial acolhimento que começaria “dentro de casa” acaba se perdendo em meio à distribuição de senhas para o passe e outras novidades em nome da organização. A preocupação é atender e impressionar bem aos que chegam, aos que vem de fora. Enquanto isso, no interior dos grupos, quanta gente sofrendo de solidão acompanhada... Minguando afetivamente!
Importante avaliar como tem sido a nossa relação com os companheiros de dentro, no cotidiano institucional espírita. Conseguimos perceber seu olhar mais triste nesse ou naquele dia? Quando desaparecem por algum tempo, o nosso primeiro pensamento é de censura ou preocupação? Passa pela nossa cabeça que possam estar atravessando uma fase difícil e, em caso afirmativo, nos mobilizamos para ampará-los? Aos que retornam após um período de ausência, a manifestação tem sido de acolhimento e alegria ou de cobrança?
Ah, as tais cobranças... Das piadinhas sarcásticas e olhares enviesados ao dedo em riste, vale tudo para manter o “bom andamento das atividades, em nome de Jesus”... Porém, vale a pena pensar se tem sido oferecido  afeto, compreensão e solidariedade na mesma medida em que se cobra.
Favorecidos por regras monásticas que inibem a espontaneidade e a afetividade entre os trabalhadores, os grupos acabam resvalando para o extremismo. “O silencio é uma prece”... Antes, durante e depois das reuniões. Ignora-se que onde não há espaço para  diálogo e autenticidade não pode haver uma relação saudável e verdadeira. Assim, vestindo a armadura do formalismo que afasta - em lugar da naturalidade que aproxima - temos nos tornado meros tarefeiros, cada vez mais robotizados e indiferentes. Sem perceber, em vez de estar uns com os outros temos apenas passado uns pelos outros, como se as pessoas fizessem parte dos móveis e utensílios da Casa Espírita.
Muito comum entrar no grupo, assinar a lista de freqüência (uma espécie sutil de folha de ponto para espíritas) e ligar no automático. A preocupação em ser impecável sobrepõe-se então ao importar-se com. É que andamos muito ocupados em ser perfeitos. Mesmo que ser perfeito signifique apegar-se a detalhes ínfimos e apontar a imperfeição alheia para colocar em destaque a pretensa superioridade que ainda estamos longe de possuir... Quanta ilusão!
Se o companheiro procura ajuda, lá vem o julgamento implacável implícito na “receitinha de bolo”: Prece, água fluidificada, redobrar a vigilância... Com direito, é claro, a sorrisinho paternalista e tapinha nas costas. Dali cada qual pro seu lado e a cômoda sensação de dever cumprido, sem que tenhamos, entretanto, caminhado um milímetro sequer em direção às reais necessidades do outro. Sem contar que, convenhamos, numa quase ditadura da pseudo-santidade como critério de “promoção” a trabalhador espírita, raros são os que têm coragem de expor suas dificuldades, por mais que estejam passando o pão que o diabo amassou. Afinal, reza a lenda que espírita não pode estar sujeito aos problemas existenciais inerentes aos “reles mortais”, como stress, depressão, frustração amorosa ou coisa que o valha. Daí o receio de se abrir, pois mostrar alguma fragilidade pode significar perda de credibilidade e exclusão dos trabalhos, pode render o  estigma indigesto de obsediado.
Some-se a tudo isso o fato que, embora espíritas, a maioria de nós tem vivido na prática como bons materialistas. Interagindo numa sociedade altamente competitiva, temos sido sutilmente seduzidos pelo supérfluo, em detrimento do essencial. O objetivo primordial da vida passou a ser o sucesso profissional, social e financeiro, que inclui produzir, consumir e ostentar (desde títulos acadêmicos e profissionais a bens materiais). Mas ser “bem sucedido” dá muito trabalho. Os inúmeros cursos, viagens e horas extras à noite, fins de semana e feriados, somados à necessidade exacerbada de ter, tomam-nos muito tempo. Então os compromissos espirituais deixam de ser prioridade. Vão sendo adiados ou assumidos pela metade, encaixados nas sobras de tempo que restam de tudo o que é material e “urgente.” Passa-se então a ir à Casa Espírita quando dá... Só pra bater o ponto... E de preferência “correndinho,” como quem dá um pulinho no supermercado mais próximo só pra suprir uma ou outra coisa que está em falta na despensa. Nem bem acabou o “assim seja” e as pessoas já saem feito foguete para “levar ou buscar Fulaninho e Beltraninha não sei onde”... Ou para compromissos que poderiam tranquilamente tser agendados em outra data.
Ora, quanto mais superficial a convivência, mais frieza nas relações. Passamos então a nos esbarrar na Instituição, não como irmãos, mas como meros colegas de trabalho; a viver uma vida paralela fora do Grupo Espírita, com um circulo de relações à parte, onde dificilmente há lugar para os companheiros de ideal.
Em que vão escuro do preciosismo doutrinário e do igrejismo teremos perdido a sensibilidade, o prazer de estar juntos, os laços de amizade que extrapolavam os muros da Casa Espírita? Em que lugar do tempo foram parar as gostosas confraternizações extra-reuniões... Os agradáveis bate-papos após as atividades... A amizade parceira que se estendia para os programas de lazer em comum... O olhar atento que detectava quando esse ou aquele amigo não estava bem... O interesse verdadeiro pelo bem-estar uns dos outros?...  Talvez seja mais fácil culpar a correria e o medo da violência dos dias atuais - alegando que é perigoso chegar tarde em casa ou pretextando falta de tempo  ou pretextando “a  a ante os "?- do que responder honestamente a essas perguntas, mas uma coisa é inegável: Coragem é questão de fé, e tempo é questão de prioridade.
E são tantos os irmãos que reclamam atenção especial... Companheiros solitários para os quais os fins de semana são intermináveis e que, se acolhidos, com certeza se sentiriam muito melhor!... Companheiros em processos reencarnatórios difíceis ou em períodos de crise existencial, para os quais faria toda a diferença uma conversa amorosa, a presença amiga naquele momento crucial ou a festinha surpresa de aniversário. Celebrar gente é trabalhar a auto-estima individual e coletiva. Quando as pessoas se sentem valorizadas, quando são envolvidas em ambiente de carinho, alegria e leveza, todo o grupo se torna mais harmônico, feliz e produtivo.
“Espíritas, amai-vos e instruí-vos!” - Recomendou o Espírito de Verdade. A construção da frase sinaliza, clara e pedagogicamente, para a ação prioritária. Teoria já temos de sobra. Agora é aplicá-la no cotidiano das relações. É avaliar com honestidade até que ponto ser impecável, indispensável e PHD em Espiritismo, tem sido mais importante do que ser irmão.
“Reconhecereis os meus discípulos por muito se amarem” – afirmou Jesus. Neste momento é imperioso resgatar a nossa identidade de seguidores sinceros do Mestre, buscando interagir com sinceridade e companheirismo. Como distribuir aos que chegam o afeto, o aconchego e a tolerância que sequer conseguimos construir entre nós, companheiros de caminhada e de ideal?
Repensemos. Continuar a brincar de ser fraternos, alimentando a distância entre o discurso e a pratica da legítima fraternidade, é um enorme desserviço a nossa própria evolução e felicidade. O mundo espiritual tem nos alertado que das boas intenções de teóricos e indiferentes espíritos-espíritas o umbral já está cheio... E os hospitais das colônias espirituais também!.. Muito embora - pra sorte nossa - em casos de extrema pobreza e vulnerabilidade espiritual a Misericórdia Divina nunca negue licença pra mais um puxadinho.  

Joana Abranches: Assistente Social, escritora e presidente da
Sociedade Espírita Amor Fraterno, Vitória–ES
joanaabranches@gmail.com
amorefraterno@gmail.com