quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Eventos Espíritas: programe-se e participe

Eventos Espíritas
Veja a programação completa na página Eventos Espíritas



NASCE



Ery Lopes & João Lucius


II Encontro de Amigos Luz Espírita

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Biografia de Allan Kardec por Marcel Souto Maior


Depois do sucesso do livro "AS VIDAS DE CHICO XAVIER" (acesse o livro virtual pela nossa Sala de Leitura), o jornalista e escritor Marcel Souto Maior, que serviu de base para o roteiro do filme "CHICO XAVIER", acabou de lançar este mês mais um livro com a temática espírita: "KARDEC - A BIOGRAFIA".
A obra já disponível à venda nas principais livrarias e lojas virtuais (ver site da Livraria Saraiva).
Em entrevista ao jornal espírita Correio Fraterno, Marcel fala da motivação em descrever a trajetória do codificador do Espiritismo.
A julgar pela qualidade do trabalho deste autor empregada na biografia do médium Chico Xavier, essa nova obra promete ser um sucesso e, por conseguinte, mais uma grande contribuição de Marcel Souto Maior à Doutrina Espírita, embora ele faça questão de dizer que sua obra não é doutrinária e sim profissional, de um jornalista pesquisador e escritor.
Abaixo, a reprodução da entrevista do autor ao Portal Nova Era:

Por que você resolveu escrever a biografia de Allan Kardec?
Por interesse jornalístico. Desde que iniciei minhas pesquisas sobre Chico Xavier, há 20 anos, mergulhei também no universo de Kardec – um personagem que sempre me intrigou. Ele se chamava Hippolyte Léon Denizard Rivail e era um professor cético, discípulo do educador Pestalozzi, na França do século 19 até ver mesas girarem, cestos escreveram, adolescentes colocarem no papel mensagens complexas demais para a idade e formação delas...Aos 53 anos, depois de pôr à prova estes fenômenos, ele mudou de vida e de nome para dar voz aos espíritos. O que transformou o professor Rivail no missionário Kardec? O que deu a ele tanta certeza sobre a existência e influência dos espíritos? A biografia – escrita com o máximo de objetividade – é a história desta “conversão”. Uma saga pontuada por altos e baixos, surpresas e decepções, fraudes e revelações.
Como foi a pesquisa? Você pode falar um pouco das fontes que você utilizou?
Li, é claro, toda a obra de Kardec – inclusive as obras pedagógicas do professor Rivail – e estudei a fundo todos os exemplares da “Revista Espírita”, escrita e publicada por ele ao longo de 12 anos. Esta foi a primeira etapa da pesquisa: um mergulho nas motivações, dúvidas e convicções de Rivail/Kardec. Na segunda fase de investigação, depois de ler os principais livros escritos sobre o Codificador, fiz uma série de viagens a Paris (quatro ao todo) para levantar informações históricas e resgatar artigos e reportagens de jornais e revistas da época sobre – e contra - Kardec e o espiritismo. O acervo de periódicos da Biblioteca Nacional da França me ajudou muito nesta etapa. Meu principal objetivo, como jornalista, foi reconstituir os obstáculos enfrentados por Kardec em sua Marcha contra o Materialismo e os principais ataques sofridos por ele ao longo de sua jornada: perseguições da Imprensa e da Igreja, que chegaram ao auge no Auto-de-Fé de Barcelona.
Você já tem dois livros com temáticas espírita, mesmo não sendo espirita, o que lhe traz credibilidade. O que falar desses temas e personagens tem mostrado pra você? Fale um pouco deste interesse.
Marcel Souto Maior investiga a vida do codificador da doutrina espírita
Título: Kardec
Subtítulo:  Biografia
Páginas: 322
Edição: 1ª
Tipo de capa: BROCHURA
Editora: Record
Ano: 2013
Assunto: Biografias & Memórias
Idioma: Português
Link submarino
O que mais me mobiliza – e me impressiona – no espiritismo não é o fenômeno, sempre sujeito a fraudes, mistificações ou enganos. O que mais admiro no movimento é a rede de solidariedade que ele sustenta e mantém cada vez mais viva e integrada. Ao mergulhar nas histórias de Chico e de Kardec entrei em contato com os conceitos e práticas que considero os mais relevantes e transformadores da doutrina. “Ajuda o outro e você estará se ajudando”, Chico receitava e praticava. “Graças a Deus aprendi a viver apenas com o necessário”, dizia. “Fora da caridade não há salvação”, decretava Kardec. “Trate o outro como você gostaria de ser tratado”, ensinava. O espiritismo aumenta, sim, a responsabilidade de todos nós diante da vida, ao nos tirar do próprio umbigo e nos colocar em contato com o outro. Estas são as principais lições do espiritismo pra mim. Hoje luto para ser menos egoísta e mais tolerante, apesar de não me considerar espírita.
Como você analisa o resultado final desta nova obra "Kardec"?
O livro acaba de sair da gráfica da editora Record - ficou pronto, aliás, em 3 de outubro, dia do aniversário de Rivail - e ainda estou, confesso, sem muito distanciamento para avaliar o resultado final. Encaro o livro como a minha versão da vida e da obra do professor – uma visão jornalística. Espero que os leitores que já conhecem Kardec através de outras biografias – e do estudo de sua obra -, reconheçam Kardec no meu livro e descubram também, em alguns capítulos, novidades sobre os obstáculos que ele enfrentou para organizar e divulgar a “doutrina dos espíritos”.
Tem alguma expectativa de como ela será recebida pelo movimento espírita?
Não sei como os espíritas vão receber o livro. É sempre um enigma para mim a reação dos leitores: espíritas ou não-espíritas. Tento sempre escrever o livro mais consistente e independente possível. Como jornalista luto para me ater aos fatos sem fazer juízos de valor. Deixo ao leitor a liberdade - e a responsabilidade - de chegar às próprias conclusões. Cada leitor, espírita ou não-espírita, terá uma leitura diferente do livro, de acordo com sua fé ou falta de fé. Espero apenas que os leitores espíritas reconheçam no livro o Kardec que já conhecem tão bem e encontrem novas respostas – e caminhos – nesta investigação.

Eis mais uma boa aposta para disseminar ainda mais os maravilhosos conceitos da Doutrina Espírita e promover a regeneração desta geração.

quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Mundo Maior Repórter


A TV Mundo Maior, braço da Fundação Espírita André Luiz, está produzindo mensalmente videodocumentários a respeito de temas diversos de interesse ao estudo do Espiritismo. É o programa "Mundo Maior Repórter".
Visite o canal do programa no YouTube.
Entre os temas já abordados, destacamos o lançado neste mês de outubro: "Brincando com os Espíritos", que retrata a clássica brincadeira do copo e outras formas de evocar entidades espirituais por mera curiosidade ou diversão, especialmente alertando sobre as consequências de tais brincadeiras.
Acompanhe:


Novos intérpretes e novas músicas no Painel da Música Espírita

Videoclipe Espírita em detaque

Tem novidades no Painel da Música Espírita: o Grupo Sintonia, formado em Teresina, Piauí, disponibilizou para todos suas excelentes composições, cheias de ritmo e letras bem caracterizadas pela Doutrina Espírita.

Grupo Sintonia

Tem rock, tem forró, tem reggae, tem pop... Tudo com excelente qualidade.
Você pode conferir o trabalho do grupo por esse vídeo:



Visite a página do Grupo Sintonia no Painel da Música Espírita, baixe as músicas em formato mp3 e curta o som dessa galera descolada.


terça-feira, 22 de outubro de 2013

Lançamento: "O VOO INTERMINÁVEL EM BUSCA DA EVOLUÇÃO INFINITA" de Érik Dominik


Temos novidade na nossa Sala de Leitura: "O VOO INTERMINÁVEL EM BUSCA DA EVOLUÇÃO INFINITA", gentilmente disponibilizada pelo seu autor, Érik Dominik.

O VOO INTERMINÁVEL EM BUSCAO voo interminável: em busca da evolução infinita é uma linda fábula, onde os personagens vivem o dia-a-dia de um ser humano, é o voo de qualquer um de nós em direção à vida, à autodescoberta e ao encontro com a Ave Suprema (Deus). 
Certamente, o leitor ficará encantado com as aventuras do pardal Tico e as experiências pelas quais ele passa com as demais aves e personagens da história, em busca da liberdade e do crescimento espiritual. 
Filho adotivo da coruja Joca, o pequeno pardal queria conhecer a vida fora do bosque onde fora criado e compensar o desejo do pai, que nunca pôde sair de seu habitat. Ficará emocionado com as “perdas e ganhos” de Tico, que se transformarão em verdadeira arena de importantes reflexões. Por ser um pardal naturalmente bom, amável, fácil de fazer amizades e com um grande coração, é um pouco do que cada um de nós deseja ser, com todos os conflitos que possuímos. Um breve olhar pelas primeiras páginas fará com que o leitor deseje chegar logo ao fim desta bela odisseia. 
A obra, sem dúvida, é parte do autor. Quem conhece um pouco de Érik Dominik, verá que Tico é bastante dele e um pouquinho de cada um de todos os seres humanos. Para mostrar as diversas faces do homem, Érik utiliza de diversas aves, como garças, biguás, corruíras, pica-paus, canários, tucanos, águias e gaviões, entre outros, numa magnífica aventura que poderia até ganhar as telas de um cinema. A utilização de aves da fauna brasileira, em geral, revela a preocupação do autor em exaltar as belezas de nossa natureza. 
Com um pouco de sensibilidade, pode-se perceber que a libertação do Parque das Aves simboliza a redenção do Planeta Terra, em seu tempo, transformando o palco da vida terrena em um campo fértil de afetividade e amor, respeitando os limites de cada ser. 
Enfim, o contexto de O voo interminável: em busca da evolução infinita simula um “nos lançarmos à vida” de forma sutil e encantadora, envolvendo o leitor sem que ao menos ele perceba que está dialogando consigo mesmo e refletindo sobre sua própria vida. Que Aepyornis, o símbolo de nossa consciência amorosa, compreenda que sempre estaremos rumo à evolução infinita, numa incessante busca pela luz, sempre voando para longe... cada dia para mais longe!!!

Clique aqui para acessar este e outros livros de interesse ao estudo espírita.

sábado, 19 de outubro de 2013

Eventos Espíritas: programe-se e participe!

Eventos Espíritas
Veja a programação completa na página Eventos Espíritas.






festa

Lenico



Homenagem a José Herculano Pires




O Portal A Era do Espírito, até 25/09/2014, estará divulgando (em parceria) uma série de artigos para homenagear nosso querido e saudoso Professor Herculano Pires, pela passagem (em 2014) de seu centenário, rememorando assim, as suas importantes obras e ideias.
Esta série contará com a importante colaboração literária do querido amigo Marcelo Henrique Pereira, que elaborará, carinhosamente, os artigos.
Acompanhe esta série diretamente pelo portal clicando aqui.
Até o momento, já são cinco artigos disponível para leitura)
José Herculano Pires nasceu na antiga Província de Avaré, Zona Sorocabana, SP no dia 25 de setembro de 1914. Trabalhador incansável, altamente racional e de caráter forte, combateu energicamente os desvios e mistificações no Espiritismo até o dia 9 de março 1979 em São Paulo, quando voltou à Pátria Espiritual para cumprir novas e importantes tarefas em algum outro lugar desse nosso imenso Universo.


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

"Grito por paz, cultura de guerra": palestra online com Ery Lopes


Para esta terça-feira, 22 de outubro deste 2013, a Equipe Luz Espírita te convida para participar de mais uma edição do nosso programa "Palestra Espírita Online", que terá a exposição "Grito por paz, cultura de guerra" proferida por Ery Lopes.
Rádio Luz EspíritaQue grito é esse de justiça, paz e fraternidade que ouvimos e ora emitimos por aí? Qual a cultura vigente em nossa sociedade e qual a nossa postura diante do quadro atual perante o senso de justiça, considerando a lei dos homens e a lei espiritual?
Essas e outras questões comporão a palestra da noite. Transmissão ao vivo pela Web Rádio Luz Espírita.
Participe e dê sua opinião.

Para saber mais sobre como participar, acesse:

Videopalestra com Anete Guimarães: "Uma questão de justiça"


Mais uma excelente exposição da Dra. Anete Guimarães, pela qual ela propõe uma reflexão sobre a justeza de decisões relacionadas a comportamentos possíveis em nosso cotidiano, dentro de um ponto de vista filosófico.
Nessa palestra, ela também trata de uma curiosa questão: qual a razão para os Espíritos encarnarem com fortes tendências para determinadas áreas, por exemplo, artes e ciências, ou mesmo nascer praticamente sabendo conhecimentos que, na teoria científica clássica, teriam de ter sido absorvidos por estudos ou pela experiência prática numa mesma jornada encarnatória.
Portanto, é uma palestra sugestiva para o final de semana.
Acompanhe:


quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Mensagem espírita "Sentimentos"

MEI - Movimento Espírita de IntegraçãoMensagem espírita, recebida durante sessão mediúnica no Grupo de Estudos Maria de Nazaré, transmitida pelo Irmão José, psicografado por Ariana, em 16 de outubro deste 2013.


Sentimentos

Cada sentimento que geramos é uma célula de responsabilidade nossa.
Podemos dividir os sentimentos em sentimentos do espírito e sentimentos da matéria.
Os sentimentos da matéria são os que mais precisamos olhar. Olhar com os olhos de ver! Estes sentimentos nos remetem infalivelmente ao sofrimento, à ilusão da dor.
Os sentimentos do espírito são altivos, calorosos e nos deixam em estado de graça!
Precisamos nos interiorizar, deixar o medo de lado. Criar coragem, para que as couraças que nos enredam caiam e assim venhamos a nos conhecer.
A maioria dos filhos vivem mergulhados em sentimentos ébrios.
Analisem quanto tempo perdemos com sentimentos que nos trazem vazio, dor, angústia... São sentimentos da matéria. Olhando-nos intimamente podemos entendê-los e trabalhar para sua correção.
Filhos, vamos trabalhar com a mente. Vamos nos conhecer. Entender as sensações do nosso corpo. Nosso corpo tem uma linguagem própria. Esta sempre nos sinalizando e indicando situações que devemos prestar atenção, através das sensações.
Esta na hora de conhecermos nossa identidade espiritual. Cultivar sentimentos espirituais. Amar-nos, para darmos continuidade à transformação moral que é nosso caminho.
Com o exercício diário, vamos cultivar sentimentos altivos, pensamentos de luz, de compaixão. O treino se torna hábito filhos. Não conheço outro caminho para as conquistas espirituais.
Fiquem com o sentimento de gratidão e auxílio dos irmãos da Colônia Espiritual Maria de Nazaré.
Filhos, não se esqueçam de orar e vigiar peço que prestem mais atenção, além da que já tem para estas duas palavras. Palavras pequenas na escrita, porém que são a fechadura da porta estreita.
Fiquem com o nosso Amor e a Paz de Jesus.

Irmão José


quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Programa Online "Conversando o Evangelho"

Contato Luz Espírita
Todas às sextas-feiras, das 21h às 22h30h
horário de Brasília.
 
O Programa Conversando o Evangelho, promovido pela Equipe Luz Espírita é um momento de estudo, reflexão e confraternização de ideias acerca da mensagem cristã contida na obra "O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO", de Allan Kardec. Você também pode participar dessa conversa fraterna, expondo suas dúvidas, contando suas experiências e se irmanar conosco. 
PRÓXIMO PROGRAMA
18
outubro
"O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO", de Allan Kardec,
Cap. VII: "Bem-aventurados os pobres de espírito":
itens 1 a 3: "O que se deve entender por pobres de espírito". 

O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO
Se você ainda não tem esse maravilhosa obra,
acesse a versão digital
"O EVANGELHO SEGUNDO O ESPIRITISMO -
Numa Linguagem Simplificada"
de Louis Neilmoris,
em nossa Sala de Leitura
Os programas são transmitidos ao vivo para toda internet pela Web Rádio Luz Espírita e a sua interação conosco pelo chat que se abre na mesma Sala de Transmissão.
Clique aqui para abrir a Sala de Transmissão
Rádio Luz Espírita
Em caso de dúvidas, escreva para contato@luzespirita.org.br
Visite nossa página noFacebook Luz Espírita

segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Ao Mestre com carinho: Kardec e o Dia do Professor


Neste dia dedicado às homenagens para os professores, além de parabenizar a todos os profissionais da Educação — essa sublime missão —, aproveitamos para relembrar a competência e a dedicação do codificador espírita, que era educador de ofício.
Nascido, Hyppolite Léon Denizard Rivail, Allan Kardec formou-se pedagogo, tendo estudo no Instituto Pestalozzi — que era então a escola modelo da Europa. Aliás, como falar em pedagogia sem mencionarmos Johann Heinrich Pestalozzi?
E, no ensejo desta data, dividimos com todos uma publicação inspirador:"ALLAN KARDEC: O EDUCADOR".


Sinopse:

Allan Kardec - O EducadorAllan Kardec o Educador é um dos mais belos documentários sobre a vida e a obra de Hippolyte Léon Denizard Rivail (1804-1869), mais conhecido como Allan Kardec. Veja imagens filmadas nos locais onde ele se instruiu e viveu: Lyon, Yverdon e Paris. E acompanhe os caminhos trilhados por um dos filósofos mais importantes da humanidade, que se tornou o principal estudioso das mensagens dos espíritos, tendo realizado a Codificação do Espiritismo.
O filme traz ainda uma elucidativa entrevista com Dora Incontri, pesquisadora e Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo. Desfrute de momentos de sabedoria e beleza audiovisual, assistindo a este DVD.
Este videodocumentário está agora disponível pelo YouTube e você pode assistir desde já:

1ª parte:

2ª parte:

3ª parte:

4ª parte:

5ª parte:

6ª parte:

7ª parte:




Eventos Espíritas: programe-se e participe conosco!

Eventos Espíritas
Veja a programação completa na página Eventos Espíritas.


Músicas para a Nova Era

Lenico

NASCE


domingo, 13 de outubro de 2013

Lançamento: bibliossíntese "O PROBLEMA DO SER, DO DESTINO E DA DOR", de Léon Denis


Bibliossíntese é um projeto do Portal Luz Espírita, cujo objetivo primordial é fazer uma rápida amostragem do conteúdo do específico livro, sem a pretensão de substituir a leitura da referida obra.
O PROBLEMA DO SER, DO DESTINO E DA DORNesta edição, "O PROBLEMA DO SER, DO DESTINO E DA DOR", temos um verdadeiro tratado acerca do autodescobrimento do ser, seguindo os passos positivos da Doutrina Espírita, embasado com dados históricos e experimentos científicos respeitáveis. O filósofo francês Léon Denis nos convida a nos descobrirmos, como humanos à caminho da espiritualização, como Espíritos imortais que somos.
Clique aqui e acesse o e-book desta obra na Sala de Leitura.


Visite a página Bibliossíntese e conheça outras obras de interesse ao estudo espírita editadas nesse formato audiovisual.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Palestra "A parábola do festim de bodas", por Haroldo Dutra Dias


Qual a mensagem de Jesus Cristo inserida na famosa — e, ao mesmo tempo, enigmática — parábola do festim de bodas?
Nesta palestra, gravada em Maceió, Alagoas, durante o 1º Congresso Espírita Alagoano, em 2011, Haroldo Dutra Dias faz a sua interpretação, de acordo com a pesquisa literal que fez das traduções bíblicas — sem apelo religioso.
Vale a pena buscar a compreensão dessa importante passagem bíblica.



quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Mensagem espírita: "Nossas curas"


Mensagem recebida no Grupo Assistencial Espírita Maria de Nazaré, em Santa Cruz do Sul, na sessão mediúnica de 9 de outubro deste 2013, pela médium Ariana, inspirada pelo Espírito Irmão José, da Colônia Espiritual Maria de Nazaré.

Nossas Curas. 
Vamos refletir um pouco sobre a autocura, a forma que operamos nossas curas em nós mesmos.
Bem, já coloquei a vocês que qualquer problema, quando particionado, é mais fácil encontrarmos a solução.
Assim também se procede com nossas curas.
Sabemos, e vocês também sabem, que toda nossa história está em nosso perispírito. As cicatrizes que precisam de curas, as lembranças traumáticas...
O véu do esquecimento caí sobre nós, porém a força da dor, muitas vezes explode através de uma vivência que acessa as informações registradas no perispírito.
Assim amigos, nossa própria cura se dá quando atuamos em nosso perispírito.
O primeiro passo é desenvolvermos a fé e a confiança. Para isso precisamos estudar e nos colocar ao lado do plano espiritual e confiar muito.
Após esta preparação, vamos olhar nossos atos e palavras.
Confiando no amor do pai, em nós mesmos e no plano espiritual, meditemos e deixemos nossa mente plasmar o fluído universal, recuperando, costurando as cicatrizes do nosso perispírito. Acreditem, confiem, assim se cura.
Já falei que precisamos também viver o presente, então não questionem se não se lembrarem de situações traumáticas que desencadearam as doenças. Não precisamos sofrer mais que uma vez.
O que precisamos filhos queridos, é nos amar, nos aceitar, para que possamos amar e auxiliar o próximo, irmão nosso.
Muito bom ver que vocês já despertaram a busca da auto cura. Confiem em nós, confiem em vocês!
A cura vem do coração e chega no coração.
Façam seus corações sorrir. Com os sorrisos nos corações vocês abrem um canal receptivo para a entrada do fluido universal.
A renovação do fluido é o medicamento precioso nos processos de cura.
Deixo meu amor e o convite para iniciarmos nossas auto curas.
Muita Luz e Força, Paz e descanso!

Irmão José