quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Próxima palestra: "Movimento Espírita e as expectativas para 2022" com Ery Lopes

E depois do sucesso da estreia do nosso programa Palestra Espírita Online, em cuja ocasião tivemos a satisfação de acompanhar nosso canal alcançar a marca de 80 mil inscritos (veja aqui), vamos dar sequência à série de exposições no próximo domingo, às 10h (horário de Brasília) com Ery Lopes, trazendo o tema "Movimento Espírita e as expectativas para 2022".

Acompanhe a transmissão pelo canal Luz Espírita no YouTube.

E não deixe de compartilhar o programa com amigos e familiares, contribuindo assim com a divulgação do Espiritismo.


Hoje tem Programa Evangelho no Lar Online

 


Nesta quinta-feira, às 20h (horário de Brasília), tem mais uma edição do Programa Evangelho no Lar Onlineo nosso encontro familiar com Jesus e toda a espiritualidade, para um momento de reflexão, aprendizagem e confraternização espiritual em torno da Boa Nova trazida pelo Mestre de Nazaré, à luz do Espiritismo.

As videotransmissões são feitas via YouTube e você pode acompanhá-las pelo  nosso canal, pela página inicial do nosso Portal Luz Espírita ou ainda pela página oficial do programa.

Participe conosco e nos ajude na divulgação.

quarta-feira, 19 de janeiro de 2022

Calendário Histórico Espírita: 130 anos do nascimento de Canuto Abreu

Há 130 anos viria para o palco da vida terrena um personagem de grande importância para o desenvolvimento do Espiritismo no Brasil:

Silvino Canuto Abreu (Taubaté, SP, 19 de janeiro de 1892 - São Paulo, 2 de maio de 1980), advogado, farmacêutico e médico, foi um notável pesquisador e escritor espírita, atuante divulgador do Espiritismo. Entre outras obras, destaca-se a série de artigos O Livro dos Espíritos e sua tradição Histórica e Lendária, que mais tarde foi reunida num volume publicado sob o mesmo título. De suas viagens mundo afora, o Dr. Canuto Abreu trouxe para o Brasil uma grande coleção de manuscritos de Allan Kardec e outros documentos originais de grande importância para a Historiografia Espírita, acervo esse que deu origem ao valoroso Projeto Allan Kardec da Universidade Federal de Juiz de Fora - MG.

Saiba mais sobre a vida e obra do Dr. Canuto na Enciclopédia Espírita Online.

Mais efemérides na página Calendário Histórico Espírita.


segunda-feira, 17 de janeiro de 2022

80 mil inscritos no canal Luz Espírita no YouTube

Ontem foi dia de estreia no nosso canal no YouTube, quando fizemos o lançamento do Programa Palestra Espírita Online, cuja primeira exposição foi realizada pelo nosso colaborador Rogério Miguez (São José dos Campos, SP), que trouxe o tema "O ano é novo, o Espírito Não!". Este programa, aliás, desde há muito vinha sendo sugerido pelos confrades e amigos que acompanham os trabalhos da nossa Fraternidade, a fim de oportunizar ao nosso público um momento de interação dinâmica em torno de temas de interesse ao estudo espírita, como foi ontem, podendo o público participar da conversa do tema em questão através do chat. Se você não assistiu à palestra ontem, veja aqui a gravação do vídeo.

Pois bem, assim será igualmente nas edições que se seguirão, todo domingo, às 10h (horário de Brasília), com a participação de vários palestras da nossa fraternidade e outros confrades convidados. A direção e apresentação do programa é por conta de Carolina Almeida. Lembrando que no próximo domingo teremos a exposição "Movimento Espírita e as expectativas para 2022" com Ery Lopes.

E foi justamente durante a exibição da palestra estreante de ontem que tivemos a graça de alcançar a marca de 80 mil inscritos no nosso canal Luz Espírita no YouTube, contando ainda que estamos chegando ao impressionante número de 10 milhões de visualizações.

O sucesso dessa audiência se deve primeiramente, claro, à gentileza dos todos vocês, que prestigiam e confiam em nossas produções, como podemos acompanhar pelos comentários, por exemplo, do Programa Evangelho no Lar Online, que transmitimos toda quinta-feira, 20h (hora de Brasília), com a direção do casal Janete & Rivail Jr (Canoas - RS).

Ah, e se você ainda não está inscrito no nosso canal, inscreva-se agora mesmo em Luz Espírita no YouTube e não se esqueça de ativar o sininho para receber notificações dos nossos próximos vídeos e transmissões.

E vem mais novidade por aí: estamos preparando o lançamento de mais dois programas regulares e certamente nossos confrades apreciarão bastante.

Aproveitamos para informar que nosso canal não é monetizado, ou seja, não estamos inscritos no programa de arrecadação de renda do YouTube, pois não temos nenhum interesse financeiro. Entretanto, eventualmente a plataforma do YouTube insere automaticamente anúncios em vídeos do nosso canal por conta de seu sistema identificar algum material de propriedade de terceiros (músicas de fundo, imagens, trechos de vídeos etc.) que utilizamos na montagem de nossos vídeos, e neste caso, a renda é direcionada para seus proprietários. Importa-nos declarar isto para que fique bem claro que todas as nossas atividades da Luz Espírita são feitas voluntariamente e as fazemos por gratidão à luz e consolo que tanto recebemos da Doutrina Espírita, que é a motivação do nosso trabalho.

Ao inscrever-se e divulgar o nosso canal, bem como todos os bons canais espíritas, você estará ajudando na divulgação dos valores espirituais. Então, fazemos um apelo: você pode nos ajudar a chegarmos aos 100 mil inscritos, quem sabe ainda neste 2022?

O desafia está lançado!


quarta-feira, 12 de janeiro de 2022

Literatura espírita: "Bezerra de Menezes - O homem, seu tempo e sua missão" de Luciano Klein


Uma obra promissora acaba de ser lançada e certamente deve despertar grande interesse dos espíritas mais estudiosos: Bezerra de Menezes. O homem, seu tempo e sua missão, de Luciano Klein, de Fortaleza - Ceará, pela Expressão Gráfica e Editora. A obra tem mais de mil páginas e resume cerca de três décadas de pesquisas intensas sobre a biografia deste personagem tão marcante para o desenvolvimento do Espiritismo no Brasil, tanto que ele é chamado de "O Kardec brasileiro". Afora sua contribuição para a doutrina kardecista, Bezerra também é um personagem da História do Brasil, com atuação importante na política e no social, especialmente através de sua profissão, que ele zelou como sagrada vocação, rendendo-lhe também o título de "Médico dos pobres". Seu autor é historiador de formação e também o atual presidente da Federação Espírita do Ceará, o mesmo Estado onde o Dr. Bezerra nasceu.

Luciano Klein

Registramos na Retrospectiva Espírita 2021 que o personagem em questão foi tema de discussões no meio espírita no passado por conta do avivamento da clássica polêmica da relação entre Espiritismo e e Religião: não falta quem veja problema em haver religiosidade espírita e, nesse contexto, o Dr. Bezerra costuma ser o "culpado" pelo desenvolvimento dessa "vertente doutrinária", imprimindo assim — dizem — a marca cultural da Federação Espírita Brasileira, com o agravante da sua simpatia com o Roustainguismo.


Não nos omitimos diante de suposições que, no mínimo, consideramos apressadas injustas, inclusive porque temos a compreensão de que a Doutrina Espírita contém em si, essencialmente — e, portanto, inseparável  o seu aspecto religioso, que forma, ao lado dos aspectos científicos e filosóficos, um tríplice conjunto de forças. Foi assim que justamente no dia do aniversário do Dr. Bezerra fizemos a publicação de uma obra referente a esta questão.


Ainda não fizemos a apreciação da obra de Luciano Klein para afirmarmos categoricamente o seu valor e seu justeza histórica, mas nada temos a supor o contrário de que seu livro seja um trabalho sério, dedicado e bastante útil para uma melhor compreensão historiográfica do movimento espírita nacional, pelo que encorajamos a todos a mergulhar na sua leitura  mas sempre com o olhar crítico, claro, fazendo uma análise a mais racional e justa possível.

Sobre o conteúdo de Bezerra de Menezes. O homem, seu tempo e sua missão, sugerimos a série de vídeos do próprio autor no canal Bruno Tavares no YouTube.

Como outra pista sobre a obra recém-lançada, transcrevemos aqui a resenha composta por Antonio César Perri de Carvalho, publicada em seu blog.

Segue a resenha:

No último mês de 2021 circulou a portentosa pesquisa sobre a vida e obra de Bezerra, o livro Bezerra de Menezes: o homem, seu tempo e sua missão, de autoria de Luciano Klein, editado pela Federação Espírita do Estado do Ceará (FEEC) e pelo Memorial Bezerra de Menezes (MEBEM). Trata-se de edição comemorativa dos 190 anos de nascimento de Bezerra (1831-1900).

Em capa dura, com ricas e vastas ilustrações e documentos, totalizando 1.192 páginas, o livro desse historiador espírita é fruto de quase três décadas de pesquisas, com a garimpagem e o estudo pormenorizado de centenas de fontes, ouvindo pessoas e deslocando-se em viagens.

Luciano Klein, atual presidente da Federação Espírita do Estado do Ceará (FEEC), é graduado em História, professor do Colégio Militar de Fortaleza, Sócio Efetivo do Instituto do Ceará – Histórico, Geográfico e Antropológico. O livro conta com prefácio de Samuel Magalhães; mensagem de Vianna de Carvalho, psicografada por Divaldo Pereira Franco; e introdução do próprio autor. No final há manifestação do jornalista Tarcísio Matos, de Fortaleza,

Em 17 capítulos o leitor desfruta de ricas informações e análises: “Bezerra de Menezes – vários olhares”; “Nascimento, infância e familiares no Ceará”; “Do Riacho do Sangue ao exílio na Serra do Martins e à juventude em Fortaleza”; “Na Faculdade de Medicina”; “Médico de corpos, médico de almas”; “Os Bezerra de Menezes do Rio de Janeiro”; “Na vanguarda das Ciências no Brasil”; “O educador e seus sonhos”; “Pioneirismo empreendedor”; “Escritor polígrafo”; “O mais científico dos espíritas brasileiros oitocentistas”; “Memorável inquérito”; “O político”; “Meu Ceará”; “Bezerra e o cancro social da escravidão”; “O Apóstolo do Espiritismo” e “Retratos para a posteridade”.

Luciano Klein exibe um Bezerra envolvido nas mais diversas frentes de atuação, protagonizando lances que o diferenciavam no século XIX, pelo amor posto em cada atitude, a bem de todos, como médico, político, empresário, pesquisador/cientista, escritor, tradutor e biógrafo. Sobre todas essas nuances de dedicado trabalho surgem informações inéditas sobre Bezerra. A pesquisa de Klein contribui com subsídios para a compreensão de ações parlamentares nos períodos do Império e início da República, pois Bezerra exerceu intensas atividades político-partidárias, e, sem dúvida com a história do movimento espírita brasileiro. Sem prejuízo de valoração para as diversas atividades do biografado e também para o hercúleo trabalho do biógrafo, chamaram-me muita atenção detalhes das ações públicas, inclusive político-partidárias de Bezerra e até concomitante aos seus encargos espíritas.

Outro fato esclarecedor foi a real identificação do filho, Adolfo Júnior, alvo de obsessão e tratado por médiuns espíritas, fato motivador para a pesquisa que gerou a obra A Loucura sob novo Prisma, que o biógrafo comenta: “Bezerra, muito provavelmente, aspirava apresentar sua pesquisa”, referindo-se ao Congresso Espírita e Espiritualista Internacional de Paris (setembro de 1900). Esse livro de Bezerra, que muito apreciamos, foi inicialmente editado pelos seus filhos em 1920, e, posteriormente pela FEB em 1946. Muitos detalhes surgem sobre as relações de Bezerra com médiuns e lideranças espíritas das duas últimas décadas do Século XIX e sobre suas atuações em instituições espíritas, inclusive na então novel Federação Espírita Brasileira, da qual foi presidente em duas oportunidades (1889-1890 e 1895-1900) e vice-presidente (1890-1891). Bezerra enfrentou muitas resistências nos encargos espíritas.

O biógrafo esclarece a origem do título oficial de “Benemérito Médico dos Pobres” e do epíteto de “Kardec Brasileiro”. Desse contexto emergem notas biográficas sobre vultos marcantes da época e, inclusive, esclarecendo-se distorções criadas sobre alguns personagens.

No final da obra, com surpresa, encontrei-me citado entre personagens do movimento espírita da atualidade que fazem “garimpagens convertidas em livros, referentes a biografias ou as aspectos do Espiritismo…” Também fui agraciado pelo autor com a remessa do livro com atenciosa dedicatória.

Luciano Klein conclui sobre seu prolongado estudo: “A pesquisa nos credencia a assegurar que o Bezerra de Menezes, analisado e compreendido como um homem de seu tempo, se nos apresenta mais grandioso e admirável quando comparado ao Bezerra de Menezes que o movimento espírita conhece corriqueiramente”.

A marcante biografia de Bezerra de Menezes precisa ser lida, estudada e difundida na seara espírita.

Antonio César Perri de Carvalho


Informações técnicas:

Klein, Luciano. Bezerra de Menezes. O homem, seu tempo e sua missão. Fortaleza: Expressão Gráfica e Editora. 2021. 1192p.

À venda na loja online da Amazon.

Visite também o site da Federação Espírita do Ceará: www.feec.org.br


segunda-feira, 10 de janeiro de 2022

O trabalho "A ciência não mata Deus" de Marcelo Gleiser vence o Prêmio Templeton 2019


O físico e astrônomo brasileiro Marcelo Gleiser foi notificado ontem (9 de janeiro) que é o vencedor do Prêmio Templeton 2021, sendo ele o primeiro latino-americano a alcançar este feito. A sua ideia central é: "A ciência não mata Deus", um apelo claro à humildade intelectual e sensato reconhecimento de que o desconhecido abunda o Universo, cabendo a todos um esforço para um diálogo produtivo entre ciência e espiritualidade.

Veja o vídeo oficial da fundação:

O Prêmio Templeton foi criado em 1972 e é mantido pelo Instituto John Templeton (site oficial), como o objetivo de "servir como um catalisador filantrópico para descobertas relacionadas às questões mais profundas que a humanidade enfrenta". Sir John Marks Templeton (1912-2008) foi um investidor, banqueiro, gerente de fundos e filantropo britânico nascido nos Estados Unidos. É lembrado como um dos maiores filantropos da História, tendo distribuído mais de 1 bilhão de dólares para causas de caridade. Embora fosse membro da igreja presbiteriana, Templeton ignorava os dogmas e destinou parte de sua fortuna para apoiar pesquisas científicas acerca da realidade espiritual, disse ele em entrevista à revista Financial Intelligence Report, três anos antes de seu falecimento: "Estamos tentando persuadir as pessoas de que nenhum ser humano ainda compreendeu 1% do que pode ser conhecido sobre as realidades espirituais. Portanto, estamos incentivando as pessoas a começarem a usar os mesmos métodos da ciência que têm sido tão produtivos em outras áreas, a fim de descobrir realidades espirituais." Assim é que o Instituto que carrega seu nome acaba de premiar o nosso conterrâneo físico e astrônomo. Saiba mais sobre John Templeton na clicando aqui (em inglês).

Sir John Templeton (1912-2008)

O carioca Marcelo Gleiser tem 60 anos e há decadas vive atualmente nos Estados Unidos, onde ensina física e astronomia no Dartmouth College, em Hanover, New Hampshire. Ele já teve mais de 100 artigos revisados e publicados até o momento e pesquisas sobre o comportamento de campos quânticos e partículas elementares e a formação inicial do universo, a dinâmica das transições de fase, a astrobiologia e as novas medidas fundamentais de entropia e complexidade baseadas em teoria da informação.

Marcelo Gleiser

Como agnóstico, ele entende ser inacessível o entendimento sobre as questões metafísicas, defendidas pelas religiões (por exemplo: a existência de Deus, a imortalidade da alma, o sentido da vida etc.) por serem questões que escapam ao método empírico convencional da ciência para uma comprovação cabal. Até por isso razão disso, seu trabalho se destaca por demonstrar que ciência e religião não são inimigas. "A compreensão e a exploração científica não é apenas sobre a parte material do mundo. Minha missão é trazer para a ciência e para os interessados na ciência esse apego ao mistério. Fazer o público entender que ciência é apenas mais uma maneira de entendermos quem somos", disse Gleiser no vídeo que anuncia o prêmio.

Em 2016, com o apoio da fundação John Templeton, o brasileiro fundou o ICE (Instituto de Engajamento à Interdisciplinariedade) em Dartmouth, com a ideia de promover o diálogo construtivo entre as ciências naturais e humanas, seja na esfera pública ou acadêmicas. Gleise afirma: "O ateísmo é inconsistente com o método científico. Devemos ter a humildade para aceitar que estamos cercados de mistério."

Glieser se tornou muito popular no Brasil em 2006 depois do lançamento da série de vídeos "Poeira das Estrelas", apresentada pela Rede Globo no programa Fantástico (veja aqui).

Sua voz, bastante respeitada pela comunidade científica, é um alento à sensatez em meio a um mar de arrogância e frieza de homens letrados que não enxergam muito além de suas pretensões materiais. Desta forma, parabenizamos nosso compatriota e vibramos para que seu trabalho frutifique cada vez mais.

Ele vai receber 1,1 milhão de libras esterlinas, o equivalente a R$ 5,5 milhões. A cerimônia de premiação será dia 29 de maio, em Nova Iorque. Em edições anteriores, a fundação já premiou outras 48 pessoas, dentre as quais Madre Teresa (1973), Dalai Lama (2012) e o Arcebispo Desmond Tutu (2013).

A iniciativa do Instituto John Templeton não é isolada. No mês passado, tivemos a satisfação de anunciar aqui o concurso promovido pelo BICS - Bigelow Institute for Consciousness Studies (Instituto Bigelow para Estudos da Consciência, criado e patrocinado pelo magnata americano Robert Thomas. Bigelow) que consagrou entre os premiados o trabalho do trio de pesquisadores brasileiros Alexandre Caroli, Raphael Fernandes Casseb e Marina Weiler, que desenvolveram um ensaio sobre a obra psicográfica de Chico Xavier (saiba mais aqui).

São iniciativas como essas, da John Templaton Foundation e do BICS, que nos enchem ainda mais de esperanças no sentido de que nossa gente desperte para os valores espirituais. Que venham mais filantropos, que venham mais pesquisas e que esses trabalhos inspirem mais e mais a humanidade a olhar para Deus e a espiritualidade.

* * * * * *

E para ficar bem atualizado de tudo o que ocorre de mais importante no movimento espírita, siga-nos pelo FacebookTwitter Instagram.

quinta-feira, 6 de janeiro de 2022

Novidade: Programa Palestra Espírita Online

Temos novidade no ano novo: a Equipe Luz Espírita está preparando o lançamento do programa Palestra Espírita Online, que será realizado semanalmente, todos os domingos às 10h (horário de Brasília) com transmissão ao vivo pelo canal Luz Espírita no YouTube e espelhado por outros canais de mídias sociais. Teremos palestras sobre os mais diversos temas de interesse ao estudo do Espiritismo, com a participação de expositores espíritas da nossa fraternidade e outros convidados.

E a estreia do programa já tem data: será domingo, dia 16 deste janeiro de 2022, com a exposição “O ano é novo, o Espírito não!”, a ser proferida pelo nosso confrade Rogério Miguez (São José dos Campos, SP).

As transmissões ficarão salvas e as palestras poderão ser revistas a qualquer momento. A playlist vai ficar disponível na página oficial do programa.

Anote aí na sua agenda e não perca esta estreia:

Domingo, 16 de janeiro, 2022 – às 10h (horário de Brasília)


sábado, 1 de janeiro de 2022

Retrospectiva 2021


Vamos recordar os destaques do movimento espírita, mês a mês, durante o ano de 2021, que você pôde acompanhar através dos canais de divulgação da Luz Espírita, aproveitando para agradecer a todos a confiança depositada em nosso trabalho, conforme demonstra a enorme audiência do nosso Portal.

E vamos aos destaques!


JANEIRO

O ano de 2021 começou com as pesquisas historiográficas fervilhando, ainda como reflexo da polêmica sobre a autenticidade da 5ª edição da obra A Gênese, os Milagres e as Predições segundo o Espiritismo de Allan Kardec, que tem sido recorrentemente posta em questão. Nós da Luz Espírita, acompanhando bem de perto os rumores da mais recente tese de adulteração, encampada pelo livro O Legado de Allan Kardec de Simoni Privato Goidanich (2018), então destacamos no primeiro mês do ano a reversão da opinião dos confrades em relação a essa ideia, conforme a postagem "O Caso A Gênese - novas parciais da enquete sobre a tese de adulterações: os novos números da enquete levantada vinham apontar a tendência geral para contrária à mencionada tese de adulteração, o inverso do que se passava nas primeiras apurações da enquete.

Veja as estatísticas atualizadas naquele mês inicial do ano velho:

A explicação para a reversão desses percentuais é que, com o avanço das pesquisas e principalmente a descoberta de novas fontes históricas, foi ficando cada vez mais evidente a inconsistência da tese de adulteração — avanço esse que continuou acontecendo, a exemplo do que destacamos naquele janeiro no post "Amélie Boudet atuante na sucessão de Allan Kardec", 3ª e última parte, trazendo o relatório da prestação de contas do primeiro ano social da Sociedade Anônima (1869-1870) assinada por Madame Kardec, desfazendo assim a errônea interpretação comum que ela perdera o comando do movimento espírita imediatamente o falecimento de Allan Kardec. Enfim, Amélie estava firme e forte, cuidando da obra espírita do seu esposo quando a edição revisada de A Gênese viera à lume.

Ainda daquele janeiro, trazemos como destaque o lançamento do verbete Laurent de Faget na Enciclopédia Espírita Online. Com isso, vínhamos apresentar à nossa geração o até então desconhecido Faget, cuja obra o colocou dentre os grandes ativistas do movimento espírita francês nas primeiras décadas pós-Kardec.


FEVEREIRO

Dentre os destaques do segundo mês do ano velho colocamos as letras fortes do artigo "O Movimento Espírita repete a história do movimento cristão?" de Carlos Luiz, descrevendo o panorama do movimento espirita de então e fazendo alguns paralelos históricos interessantes e convidativos para a reflexão dos confrades. Em pauta: tese de adulterações, responsabilidades das instituições espíritas, inquisição moderna e um curioso episódio envolvendo Chico Xavier e Herculano Pires.

Aquele fevereiro também ocasionou uma descoberta surpreendente e importantíssima para a Historiografia espírita: "A descoberta da Edição Zero de O Livro dos Espíritos", uma "obra clandestina" e espécie de protótipo de O Livro dos Espíritos que Allan Kardec teria confeccionado pouco antes do marco de 18 de abril, inclusive usando um pseudônimo diferente.


Além disso, divulgamos aqui as novidades do Projeto Allan Kardec da UFJF apresentadas na entrevista de Fabio FortesEric Pacheco para o canal Espiritismo em Kardec.


MARÇO

Em sequência ao seu artigo anterior, nosso confrade espírita e sociólogo Carlos Luiz ofereceu aos nossos leitores suas ideias sobre o que ele considera como "A Lógica inquisitorial" presente e de atuação bastante forte no movimento espirita de nosso tempo, de forma a deformar a obra kardecista.

Outro destaque do mês de março foi o lançamento do ebook O Auto de Fé de Barcelona, clássico literatura espírita internacional, obra do nosso confrade espanhol Florentino Barrera, contando detalhes do histórico episódio da queima de livros espíritas pela Inquisição católica espanhola que neste 2021 faz seu aniversário de 160 anos, enriquecendo assim a Sala de Leitura do nosso Portal, editada conjuntamente com a equipe do site Autores Espíritas Clássicos.


ABRIL

Do quarto mês de 2021, por ocasião da data de aniversário de lançamento do Espiritismo, destacamos inicialmente a postagem "O 18 de abril e a questão O que é mesmo Espiritismo?", questão essa que parece trivial, mas que é, no fundo, toda significativa para a compreensão da nossa doutrina e sua efetiva execução, pelo que a referida postagem faz um link com o curso "ECE - Estudo do Conceito de Espiritismo" da PEADE, a nossa Plataforma de Estudos Avançados da Doutrina Espírita, que desenvolve com profundidade o exame desta questão.

Ainda sobre o caso A Gênese, aqui replicamos também em abril o trabalho de pesquisa da fanpage CSI do Espiritismo desta vez trazendo uma anotação muito curiosa: "Henri Sausse utilizando a nova edição é nova evidência contra tese de adulteração", lembrando que foi Saussi o pivô de toda a polêmica que deu azo à tese de adulteração da obra A Gênese — tese essa cada vez mais desmoronada.


MAIO

Começamos maio registrando o necrólogo de uma importante personagem do movimento espírita: Suely Caldas Schubert (9/12/1938-12/5/2021), médium, palestrante e escritora de renomadas obras editadas pela Federação Espírita Brasileira, que, aliás, emitiu uma nota oficial da qual salientamos a menção "A esta dedicada servidora da Seara de Jesus, a nossa eterna gratidão."

Naquele mesmo maio, destacamos o post: Lançamento do livro: "Ficções e Insinuações - Resposta à brochura Muita Luz (Beaucoup de Lumiére)" da Sociedade Científica do Espiritismo, livro que se soma às mais importantes fontes históricas para o movimento espírita dos primeiros anos pós-Kardec, editado conjuntamente com o Autores Espíritas Clássicos e o CSI do Espiritismo. Em pauta, a defesa de Pierre-Gaëtan Leymarie em face das acusações de Berthe Fropo em Muita Luz (Beaucoup de Lumière). Desta forma, oferecemos aos  nossos confrades estudiosos as fontes diversas para a análise do contraditório envolvendo a problemática do desenvolvimento do Espiritismo depois da desencarnação do seu codificador.


JUNHO

E com a historiografia espírita em alta, aproveitamos o ensejo para trazer um novo verbete para a Enciclopédia Espírita Online relacionado ao tema em voga: "Pierre-Gaëtan Leymarie", a vida e a obra do "sucessor" de Allan Kardec e o personagem mais influente da segunda geração do movimento espírita.

Aquele junho também ficou marcado pela edição especial de n° 200 do nosso newsletter Informe Luz Espírita, com as notícias e novidades do movimento espírita que os nossos assinantes recebem via email gratuitamente. A propósito, se você ainda não assinou o recebimento do nosso informe, inscreva-se agora mesmo, seguindo estas instruções.


E teve mais em junho de 2021: em "O Céu e o Inferno da FEAL e a prorrogação de uma campanha esdrúxula", colocamos claramente nossa posição frente à estranhíssima campanha levantada, sob o selo da Fundação Espírita André Luiz, com a suposição requentada da adulteração de A Gênese, acrescentando aí uma ainda mais esdrúxula teoria de conspiração contra a obra O Céu e o Inferno, ambas de Allan Kardec.



JULHO

Começamos destacando o segundo semestre do ano velho pela postagem que explora um dos documentos disponibilizados pelo Projeto Allan Kardec da UFJF: "O retorno da fé em Deus do Sr. H. Georges", transcrevendo a correspondência do Sr. Georges endereçada ao codificador do Espiritismo, agradecendo-lhe pela obra espírita, que "lhe salvou a vida" em lhe devolvendo a crença na divindade.

Igualmente em julho fizemos o lançamento do verbete "Superstição" na Enciclopédia Espírita Online, tratando de questões pertinentes e recorrentes dentro do movimento espírita, dado principalmente a desinformação geral quanto à natureza da nossa doutrina, em face de toda uma cultura mística na qual estamos envolvidos há milênios.



AGOSTO

O oitavo mês do ano velho principia com o lançamento do curso "LR - Lei de Reencarnação" da PEADE, a nossa Plataforma de Estudos Avançados da Doutrina Espírita, curso produzido pela parceria entre a Luz Espírita e o Grupo Marcos e disponível gratuitamente.

Também vale a pena lembrar a videopalestra "Bezerra de Menezes: seu tempo e sua ação", proferida pelo pesquisador e confrade espírita Luís Jorge Lira Neto, considerando especialmente a repercussão das ideias ali apresentadas, muitas das quais desmistificando folclóricas versões da vida e obra do "Médico dos Pobres".

E finalmente, aquele agosto ficou marcado pelo lançamento de um trabalho muito especial: "Religião e Espiritismo - análise de novas fontes de documentos", livro assinado por Carlos Luiz, César A. Santos, Ery Lopes, Luís Jorge Lira Neto e Wanderlei dos Santos, contendo o resultado de uma pesquisa feita sobre edições da Revue Spirite da primeira década do século XX, nas quais foram publicados manuscritos de Allan Kardec compondo um "Estudo sobre a religião".



SETEMBRO

E com o lançamento do livro Religião e Espiritismo - análise de novas fontes de documentoso clássico debate sobre a relação entre Espiritismo e Religião entrou  forte no circuito dos grandes canais de estudo e divulgação espírita. Nessa esteira, o canal da ABRAPE - Associação Brasileira dos Divulgadores do Espiritismo cuidou de produzir uma live sobre Religião e Espiritismo com os autores daquela obra, sendo este o nosso primeiro destaque do mês de setembro de 2021.


Como se sabe, o nono mês de cada ano é marcado pela campanha Setembro Amarelo, pela valorização da vida e prevenção ao suicídio. Diante deste relevante tema, vamos lembrar do post tratando de uma séria e cada dia mais crescente preocupação: "Suicídio de jovens e uma dose de choque de realidade".

Setembro também consagrou mais uma justa homenagem a um dos mais importantes personagens da História do Espiritismo: "Sancionada lei que inscreve Chico Xavier no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria".




OUTUBRO

Entramos em outubro com uma ótima notícia: Relançamento do acervo digital da revista Reformador da Federação Espírita Brasileira, revista centenária e das mais importantes fontes de pesquisa sobre a Historiografia do Espiritismo, especialmente quanto ao movimento espírita no Brasil, pelo que essa nova versão do site, com o seu acervo digital e um sistema de busca modernizado, vem contribuir bastante para o trabalho dos pesquisadores.

O penúltimo mês do ano velho também nos brindou com o que consideramos um dos maiores destaques do ano: "O Baile das Loucas: um filme que faz apologia ao Espiritismo",

Outro destaque especial do último outubro é o artigo de Rogério Miguez"Auto de Fé de Barcelona: Há 160 anos a Inquisição tentou conter a marcha do Espiritismo", celebrando a memória daquele evento marcante para a História do Espiritismo.


E como o assunto "Espiritismo e religião" continua por demais vivo, faz bem colocarmos em evidência também o manuscrito original do mestre espírita, publicado pelo portal do Projeto Allan Kardec da UFJF: "Prece de Allan Kardec - 02/12/1866", pela qual vemos o codificador "meditando cada vez mais" sobre o Espiritismo como religião.



NOVEMBRO

No penúltimo mês do ano, uma tragédia comoveu todo o Brasil — a queda de um avião particular no qual, entre outros passageiros, viajava a cantora de maior sucesso nacional do momento , dando-nos ensejos para tratarmos de questões urgentes, tal como feito na postagem, "Duras, mas necessárias reflexões sobre a morte da cantora Marília Mendonça".

Na metade do mês estávamos anunciando o lançamento da abertura das inscrições para o mais novo curso da PEADE"VPE - Vivenciando a Prática Espírita", com alternativas para questões tais essas: enquanto espírita convicto, o que fazer com o Espiritismo? Como praticar a doutrina nos moldes da codificação kardequiana?

Outro assunto que movimentou os debates espíritas nas mídias sociais foi tratado na postagem "O futuro do Museu Espírita de São Paulo", registrando a preocupação de algumas lideranças espíritas paulistas em relação a um proposta levada à Federação Espírita Brasileira para negociação do imóvel sede da instituição fundada pelo casal Elza e Paulo Toledo Machado e depois doada à FEB, que, por sua vez, garante a permanência do Museu, inclusive vislumbrando melhorias com a possível negociação imobiliária pleiteada.




DEZEMBRO

Fechando o ano de 2021, destacamos logo de início o nosso incansável apelo para a campanha Natal com Jesus, valorizando o verdadeiro espírito da festa natalina, que é o aniversário da passagem do Cristo nesta Terra, com o objetivo de renovação dos nossos compromissos espirituais.

Em seguida, colocamos em destaque a postagem "O extraordinário acervo espírita do CCDPE-ECM", contendo também um vídeo especial sobre a origem e desenvolvimento do Centro de Cultura, Documentação e Pesquisa do Espiritismo - Eduardo Carvalho Monteiro - CCDPE-ECM, em São Paulo, Capital.

E o nosso último destaque vai para a notícia "Bezerra de Menezes inscrito no Livro dos Heróis e Heroínas da Pátria", a exemplo da mesma homenagem feita a Chico Xavier, então consagrando a obra humanitária do Médico dos Pobres, que também é conhecido como "O Kardec brasileiro".


Assim, além de mais uma vez agradecer a sua confiança depositada na audiência de nossas atividades, vibramos para que neste ano novo, 2022, tenhamos todos muito mais oportunidades de trabalharmos pela divulgação da Doutrina Espírita e desta forma contribuirmos efetivamente para o desenvolvimento do Espiritismo.

Contamos com a cooperação de todos, a começar pelo compartilhamento desta postagem.


* * * * * *

E para ficar bem atualizado de tudo o que ocorre de mais importante no movimento espírita, siga-nos pelo FacebookTwitter Instagram.